segunda-feira, 15 de junho de 2015

Como deixar qualquer VPN mais segura


As VPNs deixaram de ser um produto usado por uns poucos usuários para virem a ser atualmente uma das coqueluches e agora atingindo seu grande momento.

Nos dias de hoje mais e mais usuários passam a usar internet e procuram por uma forma de preservar a privacidade. Vamos ver aqui algumas ações para melhorar a segurança de qualquer VPN.

As VPN tem configuração muito simples e quase sempre intuitiva, em um primeiro momento nos parecerá ser uma surpresa que um serviço de proteção a identidade possa ser melhorado em sua segurança, é logico que quando esta tudo normal há muito pouco com o que se preocupar mas há ocasiões que nas quais pode acontecer algum tipo de imprevisto e um nível de segurança extra se torna necessário.
Assegurando a sua privacidade quando a VPN falha.

Muito bem, você comprou uma assinatura de uma VPN, habilitou e configurou o serviço e agora já pode navegar pela grande rede com um grande nível de privacidade assegurado.  Mas, de repente o desastre acontece, em um momento quando você esteve longe de sua maquina alguém ou alguma coisa desconectou sua VPN e agora seu IP esta novamente correndo riscos, o que fazer?

Não se desespere, felizmente existem soluções. 

Para se proteger de eventos desagradáveis no caso de desconexão de sua VPN desabilite outros acessos a Internet que não estão passando pelo túnel propiciado pelo serviço de VPN que você contratou. Como fazer? Andrew da PrivateInternetAccess delcarou em material de site especializado em P2P: “This can be achieved using specific Firewall rules (Ubuntu) or by changing TCP/IP routes.

Atualmente nem todos os usuários irão querer perder tempo aprendendo como se faz as configurações manuais necessárias para garantir que não irão ter problemas em caso de desconfiguração da VPN. Para que você possa ter assegurada a sua segurança em caso de acidente de percurso vamos apresentar duas soluções que poderão automatizar e facilitar as ações necessárias para garantir sua segurança.

VPNetMon
O VPNetMon é um utilitário gratuito que após ser instalado passa a ficar continuamente “olhando” o seu endereço IP, no caso do endereço IP de sua VPN não estar mais acessível  o VPNetMon encerra instantaneamente alguns programas específicos. O utilitário tem uma resposta tao rápida que a conecção através de seu IP real não consegue ser estabelecida pelo aplicativo que esteja atrelado a ela.
VPNetMon (Windows) faça o download aqui .

VPNCheck
O VPNCheck  te ajudará a se sentir seguro no caso em que sua conecção VPN se desconecte , para assegurar sua tranquilidade o VPNCheck desligara sua conecção principal ou os programas que você escolher após a ação será mostrada a ocorrência em uma janela de notificação. Jonathan from Guavi.com diz: “Basically it constantly looks for a change in your VPN network adapter. You can connect to either PPTP or L2TP with VPNCheck.”
VPNCheck (Windows/Linux) faça o downloaded aqui.
 

sábado, 13 de junho de 2015

Jovem Pan AM 620 Sao Paulo

Jovem Pan AM de São Paulo via Tunein

segunda-feira, 25 de maio de 2015

VPN porque navegar, com segurança, é preciso


VPN, Vitual Private Network em ingles em portugues Rede Privada Virtual.
O próprio nome já é uma definição o que faremos ( ou pelo menos tentaremos fazer)  é descrever o tipo de rede que é a VPN.

A cada vez que conectamos mais de um computador estamos formando uma rede, no passado recente rede de computadores era um negocio complexo complicado com muitas regras e muitas formações, tivemos classificação por topologia, rede paralela, rede estrela, rede anel, rede barra e outros nomes que nos indicavam que tipo de rede que estávamos vendo ou usando. Hoje com as redes mais difundidas e usadas já temos outras classificações, como LAN (Local Área Network) Rede Local, MAN (Metropolitam Área Network) Rede Metropolitana, WAN (Wide Área Network) rede de longa distancia, WLAN (Wireless Local Area Network) rede local sem fio, WMAN (Wireless Metropolitan Área Network) rede metropolitana sem fio, SAN - Rede de Área de Armazenamento, PAN - Rede de Área Pessoal, VLAN Rede local virtual (Virtual Local Área Network), Redes "Ethernet", Redes Intranets.

As redes também podem ser classificadas por categorias seguindo alguns critérios preestabelecidos.
Levando-se em consideração a dimensão ou a área geográfica as redes podem ser: Redes Pessoais, Locais, Metropolitanas.
Por classificação através do material usado para transporte, redes de cobre, redes de fibra óptica, redes por rádio e redes por satélite.
As redes podem ser, industriais, corporativas, particulares, pessoais.
Considerando o método que será usado para o trafego dos dados, as redes podem ser, broadcast, rede de troca de pacotes, rede de comutação de circuitos, redes sequenciais, redes ponto a ponto.
Temos ainda as redes. token-ring, FDDI, ATM, ISDN.

Nossa abordagem de maior abrangência e profundidade nesse artigo será a VPN, por se tratar de uma rede que pode ser de qualquer dos tipos citados com relação à abrangência ou ao tipo quando transportando dados, mas o crucial é que e um tipo de rede onde o objetivo principal é a segurança dos dados emitidos e do emissor  destes dados, ai temos o nosso objeto SEGURANÇA.

Claro que não nos furtaremos a colocar a descrição coloquial que pode ser encontrada em vários sites.
VPN - Rede Privada Virtual é uma rede privada construída sobre a infraestrutura de uma rede pública ou compartilhada, normalmente a Internet, usando tecnologias de tunelamento e criptografia para manter seguros os dados trafegados. Ao invés de se utilizar links dedicados ou redes de pacotes (como Frame Relay e X.25) para conectar redes remotas, utiliza-se a infraestrutura da Internet para transportar os dados. No caso a VPN funciona como uma mascara para sua rede, de forma que você possa fazer todo o seu trabalho sem correr o risco de estar sendo bisbilhotado o tempo todo, como ocorre normalmente ao se usar a rede www.

As VPNs permitem que funcionários de uma empresa acessem com segurança a rede da empresa que trabalha (Intranet) caso estejam fora do domicilio ou mesmo fora do escritório, usuários individuais (chamados comumente de usuários finais, “end user”) poderão usar uma  VPN para se proteger ao fazer transações usando uma internet sem fio (wireless), podendo também contornar restrições impostas pelo seu ISP (internet service provider) como restrições de natureza geográfica e censura, claro que ao usar uma VPN passa-se a ter uma proteção de identidade e de localização também.

As VPNs possuem características diferentes em todos seus aspectos, e como toda comunicação digital faz uso de protocolos, no caso os mais comuns são: Open VPN, PPTP VPN, Site-to-Site VPN, L2TP VPN, IPsec, SSL, MPLS VPN,  Hybrid VPN.

Os mais comuns para o "end user" são o PPTP (Point-to-Point Tunneling Protocol) e o OPENVPN,  a escolha destes normalmente recai quando da não aceitação de um ou outro por motivo qualquer, o PPTP no caso do Windows é configurado diretamente pois o Windows tem suporte para ele (sistemas Android e IOS também) e o OPENVPN usa um cliente open source (gratuito) para ativa-lo. Existe outros motivos para se optar pelos OPENVPN, no caso de não se ter impedimento de qualquer ordem,  o PPTP tem criptografia básica de 128 bits, já o OPENVPN tem a mais alta criptografia, onde os dados são autenticados com certificados digitais.de 256 bits.  Em se tratando de velocidade o OPENVPN é bem mais rápido e possui maior confiabilidade e estabilidade, mesmo atrás de roteadores sem fio, em redes não confiáveis e em Wi-Fi hotspots.

Benefícios do uso de VPN para diárias experiência de navegação na Internet :
Criptografa e comprime todo o tráfego de navegação na web para uma navegação segura e rápida.
Desbloqueia shaping (Traffic shaping é um termo da língua inglesa, utilizado para definir a prática de priorização do tráfego de dados, através do condicionamento do débito de redes, a fim de otimizar o uso da largura de banda disponível), e filtering (uso de filtros seletivos) que o ISP local aplica e lhe devolve a liberdade de navegar.
Protege contra sniffiing (prática que, utilizando uma ferramenta genericamente chamada sniffer, intercepta e registra tráfego de dados e é capaz de decodificar o conteúdo trocado entre computadores de uma rede) e sistemas de monitoramento de websites trabalhando em alta velocidade com todos os tipos de conexao de Internet.
O seu IP real fica 100% protegido ao usar uma VPN.
Trabalha com todos os sistemas operacionais mais usados como o Microsoft Windows XP / Vista / 7, Apple Mac OSX , Linux Ubuntu,com a maioria dos telefones móveis como o iPhone 4S, o novo iPad , Samsung Galaxy III Google Android Phone , WM65 e a maioria dos equipamentos de rede.

 
Os chamados OPENVPN gratuitos podem ser encontrados na Internet, mas normalmente possuem vários entraves como baixa velocidade e quantidade de dados a serem transmitidos com limites diários.

Maiores detalhes sobre as VPNs serão abordados em um próximo artigo.

Ads Inside Post